Sobrenome

Cabe lembrar aqui que até há pouco tempo era comum entre os orientais, principalmente entre os árabes o NÃO USO do nome de família.  O filho adotava como sobrenome o pré-nome do pai.   Assim, João, filho de Luiz Antonio, chamava-se João  Luiz.  O filho do João, Carlos chamar-se-á Carlos João.

Para saber-se  à qual  família pessoa pertencia, perguntava-se: “De que casa você é ? ” ou  “A que  gente (“gens’, dos  romanos) você pertence? “ou , mais simplesmente “Qual é a sua  familia?”

É essa a razão pela qual muitos  membros da família Shcaira não usam  o patronímico   SHCAIRA como sobrenome mas apenas o pré-nome do pai.